Porto de Itajaí recebe recursos para obra que deve melhorar movimentação de navios maiores

Porto de Itajaí recebe recursos para obra que deve melhorar movimentação de navios maiores

Porto de Itajaí recebe recursos para obra que deve melhorar movimentação de navios maiores



Depois de crise, terminal dá sinais de recuperação. Porém, caminhoneiros precisam esperar horas para entrar no porto.

O Porto de Itajaí recebeu nesta quinta-feira (8) os recursos para garantir a entrega da bacia de evolução. São cerca de R$ 25 milhões. A liberação era muito esperada porque essa obra deve melhorar a movimentação de navios maiores. Depois de um crise, agora o porto dá sinais de recuperação, como mostrou o NSC Notícias desta quinta-feira (8).

Os números de movimentação no porto devem ficar semelhantes aos de 2015. Depois desse ano, metade das linhas deixou de operar no terminal.

Para recuperar os clientes, a empresa que opera o local teve que oferecer facilidades e ampliar a oferta de serviços.

Crescimento
As medidas administrativas, somadas às obras, trazem a expectativa de que o porto vai voltar a receber 20 mil contêineres por mês. O aprofundamento do canal de acesso está para ser entregue dentro de um mês. Essa é uma das obras mais importantes para que navios possam chegar mais carregados.

O quarto berço de atracação de navios deve ficar pronto em maio e também vai gerar renda. Se não der nenhum problema daqui para frente, no próximo semestre navios maiores vão poder entrar no complexo portuário com a entrega da bacia de evolução.

Problema na entrega dos contêineres
Porém, o porto enfrenta problemas na hora da entrega dos contêineres. Toda a carga chega e sai em caminhões. E o resultado são filas em frente ao terminal. Isso é ruim para o trânsito e para os caminhoneiros, que acabam esperando demais pra entrar.

"Você chega aqui 9h, sai 14h. Não tem um banheiro, ninguém te dá satisfação", declarou o caminhoneiro Edenilson Pereira da Silva.

A liberação de um espaço nos próximos dias no terminal deve aliviar a fila. Mas a solução está na obra que começou em 2006 e está parada. A via portuária vai ligar a BR-101 ao porto. O município disse que está pressionando o governo federal para retomar o serviço.

Mas, independentemente disso, até junho um terreno perto da BR-101 deve servir de centro de triagem para os caminhões, o que deve diminuir o tempo de espera em frente ao terminal.




Fonte: G1 - https://goo.gl/yuudgN

 







Author Avatar

Sobre autor

Pincomex é um site de buscas de empresas de Comércio Exterior. Aqui você encontra os melhores prestadores de serviços de comex do Brasil. Participe cadastrando sua empresa gratuitamente.