O aumento da urbanização global: desafios e oportunidades

O aumento da urbanização global: desafios e oportunidades

O aumento da urbanização global: desafios e oportunidades

Em 10 anos a população global vai crescer em mais de 1,5 bilhão de pessoas, conforme dados do Banco Mundial. 86% desta população estará nas cidades, enquanto os outros 14% estarão em zonas rurais. Esse grande crescimento vai ocorrer no Leste Asiático e Pacífico, Sul da Ásia e África Subsaariana.
A necessidade de cidades preparadas para absorver tamanha demanda vai ser imensa. As cidades terão de se reinventar mais uma vez para atender as demandas de saúde, educação, energia, alimentos e transporte.
Com todo esse aumento e na velocidade em que ocorrerá, uma tendência global fica cada vez mais evidente: as smart cities.
E eu te pergunto: que oportunidades a sua empresa vislumbra com esse cenário? Você está produzindo algo para atender e aproveitar as demandas que vão surgir?
Caso você não esteja atento a nenhuma oportunidade, vamos iniciar a partir de hoje uma série de 5 textos com dicas e oportunidades para você se inteirar e realizar investimentos de curto, médio e longo prazo.
Começando com a área do trânsito e as suas oportunidades.
1. Melhorias no trânsito e no controle de operações: produtos como sensores, câmeras, celulares, produtos para segurança e maior economia dos veículos. Serviços de motoristas cada vez mais conectados, serviços de orientação para fluxo de carros. Um mercado global que espera receber investimentos de quase USD 140 bilhões de dólares na próxima década.
2. Transporte público mais eficiente: aplicativos de controle de transporte, caronas, veículos compartilhados, bicicletas e outros transportes menos poluentes. Investimentos esperados em torno de USD 140 bilhões de dólares na próxima década.
3. Veículos elétricos e híbridos: todos os produtos, partes e acessórios para essa indústria funcionar, mecânicos capazes de consertar e identificar problemas de maneira remota, distante do carro, menos óleo, mais eletricidade. Estação de carregamento de energia. Um mercado com investimentos esperados em mais de USD 800 bilhões.
Só para se ter uma ideia, na Holanda já há um caso experimental de um servidor controlando todos os semáforos de maneira remota, modificando os temporizadores dos semáforos de acordo com a demanda e fluxo do tráfico. Uma melhora de 10% já ocorreu nos primeiros testes.
Isso tudo falando apenas das oportunidades quando ao trânsito. Sem falar em infraestrutura e logística.
Nos próximos textos vamos falar sobre saúde, educação, energia e alimentos.
Author Avatar

Sobre autor

Mário Pólis - Bacharel em Negócios Internacionais (UNIMEP) e Mestrando em PO – Log. Internacional (UNICAMP), é um dos membros brasileiros na INCU (International Network of Customs Universities). Tem experiência nas áreas de logística e aduana, com foco em inteligência aduaneira voltada para pequenas e médias empresas importadoras/exportadoras. É docente no MBA de Negócios Internacionais e Comércio Exterior, e MBA de Gestão e Negócios (UNIMEP), além de palestrante. É o diretor da EMME.